Hora Santa Eucarística II PDF Imprimir E-mail
Escrito por Edna Maria Pierobon Maria   
Dom, 28 de Agosto de 2011 09:52

Basílica Nossa Senhora do Patrocínio

HORA SANTA EUCARÍSTICA 

  

(ajoelhados)

Dirigente: Iniciemos esta hora de adoração com o sinal da cruz

Todos: Em Nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

 

Dir:- Graças e Louvores se dêem a todo o momento, (3x).

T:- ao Santíssimo e Diviníssimo Sacramento

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, como era no princípio agora e sempre. Amém!

 

Dirigente: Neste momento em que vamos ficar diante de Jesus, elevemos nossos olhares e pensamentos para o Senhor e meditemos no seu infinito amor e misericórdia para conosco, penetrando nos mistérios de sua Paixão.

Deixemo-nos conduzir por seu Espírito.

T: - Glória e louvor ao Senhor Deus, nosso criador e Pai, pela vida nova em Jesus agora e para sempre no céu e na terra. Amém.

(Silêncio . . . )

 Dir:- Antes de voltar para o Pai, Jesus quis dar aos apóstolos e a todos os homens mais uma prova de seu amor. Contudo isto foi também uma lição de humildade.

T:- Estamos aqui Senhor para Vos bendizer, e Vos glorificar, pois sois o nosso Deus e Salvador.

Dir:- Ó Mãe de Jesus, Senhora da obediência, fazei-nos companhia neste momento de adoração e vigília.

T:- Alcancem-nos de Jesus, Vosso Divino Filho e nosso irmão maior, as graças que precisamos para fazermos com toda piedade e fervor esta Hora Santa.

Dir:- Que pela vossa intercessão, ó Mãe querida, o Espírito Santo desça sobre cada um de nós, em chamas de força e amor, como outrora no cenáculo em Jerusalém.

T:- Para que cheios do Espírito Santo, nos coloquemos em profunda oração e contemplemos o testemunho de Jesus, como quem se inclina diante do outro, como um servo a se doar com humildade.

Dir:- Santos Anjos do Senhor, nossos protetores de cada dia, oferecei conosco esta Hora Santa em reparação por tantos pecados que se cometem no mundo:

T:- Pela perseverança dos justos, pela conversão de todos os pecadores, pelos doentes, pelos agonizantes, pelas almas do purgatório, pelo Papa Bento XVI, pelos sacerdotes, bispos, religiosos e religiosas, pelos missionários, pela paz no mundo e nas famílias, em reparação de nossas omissões e faltas cometidas, pelo nosso comodismo, pela injustiça e nossa falta de amor.

 

Canto: “Eu Quisera

1-Eu quisera, Jesus adorado, Teu sacrário de amor rodear de almas puras, florinhas mimosas, perfumando Teu Santo Altar.

O desejo de ver-Te adorado tanto invade o meu coração, que eu quisera estar noite e dia a Teus pés em humilde oração

2-Pelas almas, as mais pecadoras, eu te peço, Jesus o perdão; dá-lhes todo amor e carinho, todo afeto do meu coração.

3-Pelas almas, que não Te conhecem, eu quisera, Jesus só Te amar; e daqueles que de Ti se esquecem, as loucuras também reparar.

4-E de um dia, Jesus adorado, meu desejo se realizar, hei de amar-Te por todos aqueles, que Jesus não querem Te amar. 

(Sentados . . . )

Dir:- Ao longo de toda quaresma tivemos a oportunidade de nos preparar para a solenidade da Páscoa da Ressurreição do Senhor. Os textos bíblicos do período quaresmal, sobretudo os evangelhos dominicais, nos levaram a uma caminhada batismal de conversão e adesão ao projeto de vida que Jesus veio trazer: projeto de amor e misericórdia.

T:- Deus é amor e por ser amor sempre nos acolhe em sua misericórdia, apesar de nossas limitações. Muito obrigado (a) Senhor, por revelardes vossa misericórdia, pelo amor.

Dir:- Jesus nos ensina que devemos desempenhar a função de apóstolos como quem serve. Como proceder com humildade, como no momento do lava-pés. Pedro se admira de que o Senhor lhe lave os pés e procura impedir. Ele vê uma distância infinita entre as mãos de Deus e os pés do homem. E, ainda mais, um homem como ele que se reconhece pecador.

T:- “Eu vos dou este novo mandamento, esta nova ordem: que vos ameis uns aos outros, como Eu vos amei!”.

Dir:- Pedro ainda não tinha compreendido que, onde há amor infinito, desaparecem as distâncias infinitas. E nós, já compreendemos este amor? . . .

(pausa).

Nas religiões antigas, os homens se inclinavam diante do sol, dos astros, das estrelas. Na “religião” consumista de hoje, os homens se inclinam diante da riqueza, do dinheiro, do ter... Na religião cristã descobrimos um Deus que se inclina diante do homem. Foi esta a lição que Cristo nos deixou.

Consciente de seus últimos momentos entre os seus, Jesus quis comunicar aos discípulos e a nós sua preciosa herança espiritual.

 

Proclamação do Evangelho: João 13, 1.4 – 5. 12-15. 9 – ( Em pé . . . )

 (breve silêncio . . .)

 Dir:- “Sabei que Eu estarei sempre convosco, até o fim dos tempos”. Esta é a promessa de Jesus que encontramos no Evangelho de São Mateus. Porém, antes da entrega de Sua vida pela vida do mundo, pede-nos que vigiemos e oremos com Ele. . .

T:- Senhor vos agradecemos por Vossa entrega total em favor de toda a humanidade. Agradecidos, aqui estamos O acompanhando nos momentos de agonia e aflição.

Dir:- Antes de ser preso e condenado a morrer, o Mestre segundo afirma São João, realizou  a Oração Sacerdotal em favor dos seus. Este canto que entoaremos é baseado no texto evangélico.

T:- Como discípulos e discípulas fiéis, aqui estamos com Jesus no Horto das Oliveiras. Ó Senhor permite-nos participar da Sua intimidade. Elevemos, com Ele, uma prece ao Pai, pela unidade de todos . . .

 

Canto: “Ouve, ó Pai Santo!” ( Jo 17,1-26) –

(poderá ser em dois coros)

(Melodia: “ Prova de Amor”)

 R: Ouve, ó Pai Santo, esta oração, / Glória do Teu Filho é a união!

 1- Ó Meu Pai, chegou a hora, glorifica o Teu Filho, / que todos sejam um, como nós somos unidos!

2- Que Eu dê a vida eterna a todo aquele que me deste,/ que todos sejam um, como nós somos unidos!

3- Meus amigos Te conhecem como verdadeiro Deus, / que todos sejam um, como nós  . . . 

4- Meus discípulos conhecem Jesus Cristo que enviaste, / que todos sejam um, como nós . . .

5- Que os guardeis em Teu nome, guarda aqueles que Me deste, / que todos sejam um, como nós .

6- Que eles tenham em si mesmos toda a Minha alegria, / que todos sejam um, como nós . . .

7- Se do mundo não são eles, que os guardeis do maligno, / que todos sejam um, como nós . . .

8- Santifica-os na verdade, pois verdade é Tua palavra; / que todos sejam um, como nós . . .

9- E se pela Sua palavra muitos hão de crer em Mim, / que todos sejam um, como nós . . .

10- Assim como estou em Ti, que em nós estejam eles; / que todos sejam um, como nós . . .

11- Que Eu esteja em Meus amigos, como Tu estás em mim, / que todos sejam um, como nós . . .

12- Que perfeitos sejam eles, ó Pai justo na unidade, / que todos sejam um, como nós . . .

13- Para que o mundo creia que Tu mesmo me enviaste, / que todos sejam um, como nós . . .

14- Os amigos que Me deste, onde Estou estejam eles, / que todos sejam um, como nós . . .

15- O amor com que Me amaste, também neles permaneça, / que todos sejam um, como nós . . .

 

Dir:-. Ouçamos esta pequena história que nos ajuda a refletir sobre o amor gratuito e incondicional aos irmãos que tanto nos pede Jesus:

 

LEITOR: “ Um homem viu uma menina na rua tremendo de frio, vestindo apenas um tecido muito fino, esperando que alguém lhe desse uma refeição que pudesse lhe aquecer o estômago. O homem então enfurecido disse a Deus: “ Ó Deus, como o Senhor permite uma coisa dessas? Por que não faz algo por esta pobre menina? Nada se ouviu. Deus não respondeu. À noite, quando aquele homem estava dormindo, inesperadamente Deus apareceu-lhe no sonho e lhe disse: Eu, certamente, já fiz alguma coisa por aquela menina: EU CRIEI VOCÊ!”

 

Dir: Diante da lição de amor e humildade que Jesus nos deixou, sejamos solidários com nossos irmãos menos favorecidos e peçamos:

Todos: Ajudai-nos, Senhor, a nos inclinarmos diante do irmão para servi-lo e amá-lo, como Vós nos ensinastes.

 

Livre: Com os que se encontram doentes e solitários,

Todos: Ajudai-nos, Senhor, ...

Livre: Com os que vivem à margem da sociedade,

Todos: Ajudai-nos, Senhor, ...

Livre: Com aqueles que passam fome,

Todos: Ajudai-nos, Senhor, ...

Livre: Com os órfãos e abandonados,

Todos: Ajudai-nos, Senhor, ...

Livre: Com os que se sentem oprimidos pelo poder injusto,

Todos: Ajudai-nos, Senhor, ...

Livre: Com aqueles que são vítimas de preconceito e discriminação,

Todos: Ajudai-nos, Senhor, ...

 

Depois deste mandamento, depois daquela Páscoa, o amor ao próximo vai se tornar sinal e condição para amar a Deus. É vivendo neste amor que a comunidade cristã continuará o testemunho de Jesus, prolongando no tempo sua experiência de vida. O amor ao qual Jesus convida os apóstolos é um amor recíproco. Todo ser humano tem, ao mesmo tempo, o dever de amar e o direito de ser amado.

(Breve Silêncio . . .)

 

Oração: A Graça do Amor Fraterno” ( dois coros)

 

Lado 1:  Senhor Jesus,

              Tu quisestes que nos amássemos uns aos outros como Tu nos havias amado;

Lado 2: Tu nos amaste como o Pai te havia amado.

              Esse foi teu Grande Mandamento e Testamento final.

Lado 1: Derruba em nós as altas muralhas levantadas pelo egoísmo, orgulho e vaidade.

              Afasta de nossas portas as invejas que destroem a unidade.

Lado 2:  Livra-nos das inibições. Acalma os impulsos agressivos.

              Purifica as intenções e que cheguemos a sentir como Tu sentias e amar como Tu amavas.

Lado l:  Faze, Senhor Jesus,

             Que uma corrente sensível, ardente e profunda corra em nossas relações;

Lado 2: Que nos compreendamos e nos perdoemos;

              Que não haja entre nós obstáculos, reticências nem bloqueios;

Lado1:  Que sejamos abertos e leais, sinceros e verdadeiros.

             E assim demonstremos ao mundo que Tu, Senhor Jesus, és o Enviado do Pai

Todos : E estás vivo entre nós. Amém.

 

Canto final:

Senhor, fazei-me instrumento de Vossa paz!

Onde houver ódio, que eu leve o amor; / Onde houver ofensa, que eu leve o perdão!

Onde houver discórdia, que eu leve a união; / Onde houver dúvida, que eu leve a fé!

Onde houver erro, que eu leve a verdade; / Onde houver desespero, que eu leve a esperança!

Onde houver tristeza, que eu leve a alegria; / Onde houver trevas, que eu leve a luz!

Ó Mestre, fazei que eu procure mais: Consolar, que ser consolado, / compreender, que ser compreendido; / amar, que ser amado. / Pois é dando, que se recebe, / é perdoando, que se é perdoado, / e é morrendo, que se vive para a vida eterna!

 

Dir:- : Confiantes no amor e na misericórdia de Deus, rezemos:

Todos: Pai Nosso... Ave Maria... Glória ao Pai...

 

Dir:-:   Abençoe-nos o Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo.

Todos: Amém.

 

Dir: - Permaneçamos na paz do Senhor, e iluminados pelo Espírito Santo nos tornemos sempre mais discípulos e missionários do Cristo Jesus!

Todos: Assim Seja! Demos Graças a Deus!

 

Cantos         -      Adoração  

  1  - Bendito, Louvado seja

 1-Bendito, louvado seja, bendito, louvado seja, / o Santíssimo Sacramento, o Santíssimo Sacramento.

2-Os anjos, todos os anjos, os anjos todos os anjos, / louvem a Deus para sempre.Amém.

3-Os santos, todos os santos, os santos, todos os santos, / louvem a Deus para sempre. Amém.

4-Os povos, todos os povos, os povos, todos os povos, / louvem a Deus para sempre.Amém.

 

2 - Tão Sublime Sacramento

1-Tão sublime Sacramento, adoremos neste altar, / pois o Antigo Testamento deu ao Novo seu lugar.

Venha a fé por suplemento os sentidos completar.

 

2-Ao eterno Pai cantemos e a Jesus, o Salvador, / Ao Espírito exaltemos na Trindade, Eterno amor.

Ao Deus Uno, e Trino demos a alegria do louvor. Amém!

 

3 - Glória a Jesus na Hóstia Santa

1- Glória a Jesus na Hóstia Santa, que se consagra sobre o altar; / e aos nossos olhos se levanta para o Brasil abençoar.

Que o Santo Sacramento, que é o próprio Cristo Jesus, / Seja adorado e seja amado nesta terra de Santa Cruz.

2- Glória a Jesus, prisioneiro do nosso amor a esperar, / lá no sacrário o dia inteiro, que O vamos todos procurar.

3- Glória a Jesus, Deus escondido, que vindo a nós na comunhão, / purificado, enriquecido, deixa-nos sempre o coração.

 

4 – Louco de amor por Jesus

 

1- Meu Senhor, despojou-se de Si, sendo Deus / se fez homem, se entregou e morreu numa cruz.

Meu Senhor, para salvar a mim e meus irmãos / se humilhou, veio ao mundo e das trevas fez luz.

 

Eu te amo, sou louco de amor por Ti, Meu Jesus, / Tu és minha paz, minha luz, meu Rei e meu Bom pastor. / Eu te amo, sou louco de amor por Ti, meu Jesus /  Tu és minha paz, minha luz, meu Deus, meu Senhor.

 

2- Meu Senhor, que tudo criou por amor, / Não foi recebido pelo povo seu / Lá na cruz, pede ao Pai que perdoe aos cruéis / que não sabem que matam o Filho de Deus.

 

3- Meu Senhor, cumpriu a promessa, nos deu o Espírito Santo da parte de Deus / foi a casa do Pai preparar-nos lugar / para levar-nos consigo no Reino dos céus.

 

5 – Eis o pão da vida

Eis o Pão da vida, eis o Pão dos céus. / que alimenta o homem em marcha para Deus.

 

1- Um grande convite o Senhor nos fez e a igreja o repete a toda vez, / feliz quem ouve e alegre vem, trazendo consigo o amor que tem.

 

2- Um dia por nós o Senhor se deu, do sangue da cruz o amor nasceu; / E ainda hoje Ele dá vigor aos pobres, aos fracos, ao pecador.

 

3- Se o homem deseja viver feliz, não deixe de ouvir o que a igreja diz; / Procure sempre se aproximar do Deus feito Pão para nos salvar

 

4- Há várias maneiras de O receber, efeitos diversos pode conter, / Não nos suceda comer em vão, aquilo que é fonte de salvação.

 

5- Quem come esse Pão sempre viverá, pois Deus nos convida a ressuscitar, / ó vinde todos, comei também o Pão que encerra o Sumo Bem.

 

Última atualização em Dom, 28 de Agosto de 2011 10:21